Cerimônia · Inspire-se · Minha vida · Tradições e Modernismos

Algo novo, velho, emprestado e azul… e uma moeda !

Eu adoro tradições de casamento! Costumes bobos, histórias que ninguém sabe onde surgiram, brincadeiras que envolvem convidados… Adoro esses detalhes que fazem com que um casamento seja um casamento!

Neste post eu contei sobre a tradição dos 4 itens que acredita-se trazer sorte pra noiva que usar: Algo novo, algo velho, algo emprestado e algo azul. Também contei o porquê e o significado de cada item na tradição.
E nesta tradição também entra a parte que o noivo participa: A moeda no sapato esquerdo!

Agora vou contra sobre os itens que escolhi para serem meus 4 “amuletos” e sobre a moeda.
Escolhi levar comigo 4 itens pequenos, e anexá-los ao cabo do meu buquê pra ficar perto de mim durante toda e cerimônia, e pra ficarem seguros e guardadinhos depois da cerimônia (uma vez que eu não ficaria perambulando com o buquê pra lá e pra cá durante a festa).

Algo velho:
Eu tenho um pingente que foi presente da minha madrinha de batismo quando fiz 15 anos de idade. Não sei até hoje se é um diamante (lógico que não deve ser… rsrs) mas o danadinho está inteiro e sobrevivente até hoje! Tirei da correntinha e usei!

Algo novo:
Minha sogra me deu uma medalhinha de São Miguel. Ela mesma comprou e disse que São Miguel abre os caminhos e tira tudo que atrapalha da sua frente. Ótima pedida pra quem está começando uma vida nova, né? Eu não sou muito religiosa (contei isso aqui) mas gosto de acreditar nessas coisas… mal não faz!

Algo emprestado:
Quando criança eu gostava de brincar com a caixinha de música da minha mãe, onde ela guardava as bijus dela, e ela tinha um broche de gatinho que meu pai deu pra ela quando ainda namoravam. Claro que minha mãe, cuidadosa como é, ainda tem o broche, e não pensei duas vezes em pedir emprestado pra ser meu “algo emprestado”. Cheio de significado!

Algo azul:
Meu marido não tem mais nenhuma avó, e minha sogra me deu um anel azul que foi da avó materna dele. Não é uma jóia da família e ela usou pouquíssimas vezes, mas é lindo e igualzinho o anel de noivado da Kate Middleton! Esse foi meu “algo azul”.

Coloquei os 4 no meu buquê e ficou assim:

18940032929_e3a1251771_o

 

Já a história da moedinha é um pouco longa…

Em 2010 eu terminei um namoro longo e decidi dar uma reviravolta na minha vida: Morar e estudar na Europa.
Estava muito decidida mas o frio na barriga me rondava: E se não for legal? E se eu detestar e for (muito) dinheiro jogado fora?

Eu sou dessas que só vai a missa em dois momentos: pra agradecer ou pra pedir luz, e foi pra pedir luz que eu decidi ir, do nada, á missa. Chamei minha mãe.
Chegando lá ela, que sente um mal estar em ônibus de vez em quando, me pediu pra ir na doceria que fica dentro do estacionamento da igreja e comprar umas balas de hortelã. Eu comprei, enfiei o troco no bolso e assisti a missa.

Durante a missa eu pedia mentalmente:
“Deus, se for pra eu embarcar nessa aventura, se for ser legal pra mim e se eu for gostar, me dê um sinal… Mas não vai mandar trovão ou chuva, hein! Manda um sinal claro que eu consiga entender que é um sinal, tá?”

Missa acabada, minha mãe (que fala mais que um rádio e conhece todo mundo) cumprimentando o povo na igreja e eu decidi contar minhas moedas pra pegar o ônibus. Tô lá bem bonita contando minhas moedas quando bato o olho numa moeda de 10 centavos muito esquisita. “Não é possível que eu peguei moeda falsa dentro da igreja… isso é muito ridículo!”
Mas daí eu olhei melhor, e não era uma moeda de 10 centavos falsa.

Era uma moeda de 10 centavos… de Euro!

Pqp, velho! Me arrepiei toda! Era o sinal que eu pedi… a moeda estava no meu bolso o tempo todo e foi entregue a mim por uma pessoa que trabalha dentro da igreja antes de eu verbalizar o meu pedido por um sinal. E poxa, mais claro que isso Ele não poderia ter mandado! kkkkkk

Claro que a moeda de 10 centavos de Euro é parecidíssima com o Real.
Claro que essa moeda só foi parar na minha mão porque alguém, um dia, soltou essa moeda por aí e ninguém havia percebido até então…
Claro que tudo pode não ter passado de uma coincidência…
Mas minha vida é cheia de coincidências (um dia eu conto minha história e a do meu marido e de como ficamos juntos) e eu decidi aceitar isso como um sinal.

Eu viajei e fui morar em Londres.
Minha viagem foi incrível e por causa dela eu larguei o emprego que eu tinha aqui e tive que arrumar outro quando voltei.
Por causa desse emprego novo eu conheci meu marido.
Por causa de nossas conversas sobre isso quando éramos somente amigos de trabalho que ele criou coragem e realizou seu sonho de fazer intercâmbio também.

Por causa dessa moeda.

E claro que eu guardei a moeda por todo esse tempo e era ela que estava no sapato esquerdo do meu marido no dia do nosso casamento.

Cada detalhe do nosso casamento tinha que ter um significado, e é uma delícia quando você se cerca de pensamentos, pessoas e coisas que te remetem á sentimentos bons…

Se você vai fazer essa tradição no seu casamento, pense com muito carinho em cada item que vai utilizar. Lembre-se que tem que ter significado pra vocês, e não simplesmente ser bonito…

Se você fez, conta aí o que usou!!!

Anúncios

12 comentários em “Algo novo, velho, emprestado e azul… e uma moeda !

  1. Gente estou emocionadíssima com este blog. Ainda não estou nas vias de fato, na verdade não estou nem próxima de um casamento, nem se quer tenho pretendente (não ta fácil). Mas amuh de todo meu coração imaginar o dia que estarei assim, louca kkk as véspera de um momento tão especial. Lindo de VIVER tudo que vi aqui, farei tudo exatamente assim!! Já chorei litros a cada post. Parabéns pela generosidade em dividir, um momento tão especial sem reservas realmente um ato de grande generosidade. Desejo toda sorte do universo para quem já casou para quem vai casar (para quem vai: coloca meu nome na barra do vestido kkk agradeço). Abraços a todas pré noivas e casadas. Vera Rubia Barros.

    Curtir

    1. Oi Veraaa! Que lindo seu texto!!!
      Olha, tá facil pra ninguém mesmo, viu!
      Ao contrário de você, eu nunca fui muito ligada nessa coisa de casamento, no fundo porque eu achava que não encontraria ninguém que valesse a pena… Mas daí, o que me acontece? Em 3 meses de namoro a gente se viu falando sobre casamento!
      Encontrar o cara certo nunca é do jeito que a gente imagina ou nem no momento que a gente quer, mas as coisas vão se ajeitando e quando você perceber, encontrou!
      Pode pegar tooooodas as ideias pra você! Fica a vontade!!! Estão aqui no blog pra isso mesmo, rsrs.
      Continua passando por aqui! E avisa quando sua hora chegar, quero publicar aqui! rsrsrs
      Bjooo!

      Curtir

É muito legal receber os comentários de vocês! Continuem visitando =D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s