Acessórios · Inspire-se · Vestido de Noiva

O vestido de noiva ideal – Parte 7 Véus e Acessórios

O vestido é o ator principal, mas o véu e acessórios são bem legais também e dão o toque final montando o seu look e imprimindo a sua personalidade.

Já falamos sobre o vestido em todos os seus detalhes: decote, corte, tecido e cauda. Ótimo! Todas concordamos que o vestido é muito importante num casamento mas não é o item mais importante, certo?
Certo.
Escolhi o vestido! E quanto aos acessórios?
Será que meu vestido precisa de véu? Qual comprimento? E mantilha? O que é grinalda?

Todas essas dúvidas são comuns quando a gente está definindo a roupa mais importante das nossas vidas, então fiz um apanhado de tudo que lí por aí quando estava aprendendo sobre isso pra escolher (e decidir se teria) o meu véu e minha grinalda!

Pra começar, você sabe porque se usa o véu no casamento?

Acho que já que estamos interessadas em usa-lo, seria legal saber porque quase toda noiva usa e porque a primeira noiva começou a usar, e lançou a moda.

Dizem que a primeira noiva usou um véu para confundir os espíritos ruins e protege-la do mau olhado e também de outros admiradores que não fossem seu futuro marido.
Depois, a nobreza começou a usar para se proteger de insetos quando ao ar livre e as viúvas para esconder o rosto sofrido e choroso.
Por último, os casamentos na igreja passaram a adotar o véu como simbolo de pureza e castidade. Dizem que uma noiva que já foi casada não pode usar véu. Ainda bem que hoje em dia nada é proibido, né?

História a parte, vamos para o que interessa:
Qual a diferença entre véu e grinalda?

O véu é um adorno feito de tecido leve (geralmente tule) que pode ser simples, bordado, ou com apliques de renda na barra. Ele também pode ser feito em vários tamanhos diferentes e também em cortes diferentes.
Já a grinalda é pura e simplesmente um acessório de cabeça. Pode ser uma coroa ou uma presilha… Pode servir de prendedor para o véu ou ser usada sozinha.

Comprimentos do véu.
O comprimento do véu deve ser de acordo com o tipo e horário do casamento, assim como a cauda (falado aqui). Pra não ter erro, você pode pensar na escolha do véu do mesmo jeito que tratou da escolha da cauda. Ambos devem combinar.

catedral

Véu Catedral

É o mais formal de todos os comprimentos de véu, geralmente usado com a cauda tamanho catedral também. O comprimento desse véu costuma ser maior que a calda do vestido de noiva.
O véu catedral pede um vestido tradicional. Normalmente é usado em festas à noite e em ambientes fechados.
Pode ter de 3 até 5m (maior que isso pode incomodar).

capela

Véu Capela

É o tipo de véu que geralmente termina junto com a cauda do vestido de noiva (ou até 15 cm após) e é restrito à cerimônias noturnas, ainda tradicionais, em igrejas ou locais fechados. Mede aproximadamente 2m a 2,5m.

valsa

Véu Valsa

É o tipo de véu mais confortável entre os mais compridos.
O comprimento desse véu vai até a bainha da saia do vestido, por isso, fica melhor com vestidos de noiva sem cauda.
Para as noivas que vão se casar na praia ou ao ar livre mas não abrem mão do véu, esse comprimento é o mais longo que se pode usar, sem que fique desconfortável.

Apesar de serem os preferidos pelas noivas, os véus longos não são a única opção. Há também os véus de tamanho médio, que veremos abaixo:

ballet

Véu Ballet ou Sweep

É um véu relativamente curto que fica entre os joelhos ou metade das panturrilhas. Mede de aproximadamente 1 m a 40 cm. Bem informal.

ponta-de-dedo

Véu Médio ou Ponta do Dedo

Tem esse nome porque seu comprimento deve ser justamente a ponta dos dedos da noiva, quando os braços estão soltos e retos. Um comprimento comum é em torno de 90 cm.
É o véu mais versátil e de comprimento mais popular por sua facilidade de locomoção. É indicado para praticamente todos os tipos de vestido.
Só não se recomenda que as noivas que optem por vestidos curtos (acima do tornozelo) usem, pois esse estilo de véu não combina bem com esse tamanho de vestido.

cotovelo

Véu Cotovelo

Mais uma vez o nome dita o comprimento. É um véu de noiva de médio a curto, que deve alcançar o cotovelo da noiva ou coincidir com a cintura. Mede em torno de 65 cm.
Pode ser usado com qualquer tipo de vestido, mas não combina com vestido de cauda.

Véus curtos deixam o visual mais leve, menos sério e muito charmoso:

ombro

Véu Ombro

Este é o véu de noiva curto, cujo cumprimento vai até os ombros, ou 2,5 cm ou 5 cm abaixo do ombro, mede cerca de 50 cm. Muito mais informal que os anteriores, é muito escolhido para cerimônias durante o dia e fica bem com modelos de vestido tomara que caia e vestidos de noiva curtos.

voilette

Véu Voillete ou Birdcage

É o véu mais curto, e é uma tendência dos últimos anos.
Há uma grande variedade dentro dos véus birdcages, mas geralmente são usados para cobrir os olhos ou até o queixo. Uma vez que estes véus tem uma vibe vintage, ficam melhores com um vestido que tem um estilo moderno-vintage ou retrô.

Modelos de corte do véu.
Além do corte reto (mostrados acima, como exemplos dos tamanhos) os demais cortes listados abaixo podem ter qualquer tamanho escolhido pela noiva.

mantilha

Mantilha

A mantilha é de origem espanhola e pela tradição, reflete a modéstia, humildade, pureza e juventude da noiva. Ela tem a mesma função do véu, mas se diferencia por três particularidades:
1. o tecido usado – que é mais pesado do que os dos véus, ficando desse modo mais rente ao rosto da noiva;
2. os bordados – nos véus eles são discretos, na mantilha eles são destacados;
3. pela forma de se prender, ficando geralmente em cima da cabeça, lembrando uma imagem de santa católica.
Se a mantilha for de renda, deve ser da mesma usada no vestido ou, então, o vestido não deve ter renda.
Se a mantilha for bordada, ela deve acompanhar o mesmo estilo do bordado do vestido. Ou seja, o vestido deverá ser o mais simples possível, já que a mantilha já chamará a atenção.

cascata

Cascata

Uma junção do véu no topo da cabeça, criando um efeito cascata ao redor do rosto. Este véu geralmente é visto no comprimento de ombros ou cotovelo para maximizar seu volume, mas também é encontrado no comprimento de ponta de dedos.

blush

Blush

Não confunda com os véus de ombro! Um véu blush é aquele que fica na frente do rosto conforme a noiva caminha. Este é aquele véu que o pai levanta quando entrega a filha para o marido.
É um véu de camada única, pode ser usado sozinho ou combinando com uma camada de um véu mais longo.

bolha

Bolha

Esse tipo de véu tem mais volume para o alto, é feito juntando o material do véu onde se conecta para a peça da cabeça, criando uma altura para o véu de comprimento de ombros. Não são dos mais requisitados pelas noivas, mas são usados para dar um look anos 60.
Pode ser interpretado como um véu cascata mais curto.

camadas

Camadas

São usados para penteados simples ou coques altos porque não se consegue ver o penteado por baixo de todas as camadas do véu.

julieta

Julieta

É um look que foi usado por Kate Moss, Grace Kelly e Lily Allen em seus casamentos. É bem hippie-chique e remete a um estilo mais retrô e vintage.

Grinalda.
As grinaldas podem ser usadas sozinhas ou como acessório para prender o véu:

fascinator

Fascinator

Nada mais é do que um acessório feito com flores, penas ou pedrarias; coloridas (usa-se as mesmas cores do buquê) ou brancas.
Geralmente usado junto com o voilette ou birdcage, para prender o tule. As noivas costumam usar o voilette na cerimonia e depois, durante a festa e recepção, elas retiram o tule e ficam somente com o fascinator no cabelo.

casquete

Casquete

Parece um pequeno chapéu, ou ainda uma parte de um chapéu. Muito usado pelas convidadas em casamentos reais (onde o chapéu é obrigatório), ele pode ser um chapéu em miniatura preso por uma tiara ou ainda apenas um pedaço de tecido em forma de meia-lua com flores, penas ou preso por baixo por uma presilha.
Também costuma usar-se o casquete junto com o véu voilette, mas não é regra.

presilha
tiara

Tiaras e Presilhas
    
Os tipos mais comuns de acessórios para prender véus ou serem usados sozinhos.

coroa_de_flores

Coroa de Flores

Se seu casamento é durante ao dia, ao ar livre ou na praia, abuse da coroa de flores! Use as mesmas flores do buquê caso não sejam muito grandes, ou apenas gipsófilas (o famoso mosquitinho) para deixar um ar campestre simples e romântico á coroa.

Dicas para escolher o véu:

– Se seu véu for off-white, opte por um vestido no mesmo tom, e vice-versa.
– Cabelo muito curtinho: não escolha um modelo muito volumoso de véu. Prefira os voilettes ou uma mantilha.
– Cabelos médios ou longos: Caso o cabelo esteja meio preso / meio solto, coloque-o para trás, no sentido do véu.
– Rostos mais estreitos: ficam melhor com um véu que caia do topo da cabeça, criando volume nas laterais.
– Rostos arredondados: pedem véus que saiam um pouco mais abaixo.
– Baixinhas: Véu com corte enviesado pode ir do cotovelo a cintura, ajuda a alongar a noiva.
– Gordinhas: Véus compridos alongam a noiva mais ainda, por isso, caem bem nas mais gordinhas ou cheinhas.
– Horário: Um almoço de dia exige uma mobilidade e informalidade que não combinam com véu comprido. E um casamento noturno pede um véu mais vistoso, que pode ser tirado na hora da festa.
– Tamanho do véu: O tamanho do corredor da igreja dita o tamanho do véu. Para igrejas grandes e compridas, use um véu de acordo.
– Jóias: Brincos grandes com véu longo podem ser muita informação. Os mesmos brincos, competindo em atenção com pentes para prender o véu nas laterais – ou tiaras- ficam exagerados. Principalmente para quem olha de lado. E brilho, vale lembrar, só para a noite. O véu, por si só, já é uma grande atenção em todo casamento.

Assim termina a nossa série de posts sobre o vestido de noiva! Espero que ajude alguma noivinha por aí, assim como essas informações colhidas tiraram as minhas dúvidas e me ajudaram a compor meu look!

Imagem destacada do post: kuperbergweddings


Os textos publicados neste blog são de minha autoria, portanto, a cópia e publicação do conteúdo deste blog sem citação da fonte com link direto para o post e sem minha prévia autorização constitui crime de Plágio de Propriedade Intelectual previsto na lei de número 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Caso queira copiar qualquer texto ou fragmento de texto deste blog, entre em contato pelo e-mail casacomidaeroupaespalhada@gmail.com solicitando autorização.
Qualquer plágio encontrado será reportado ao Google e seu site será rebaixado drasticamente nas buscas pela plataforma, resultando em queda de público e visitas. Respeite o trabalho de um colega de profissão. Prestigie, não plagie.

A maioria das imagens utilizadas neste blog foi resultado de pesquisas no Pinterest e Google. Sempre procuramos colocar a fonte da imagem. Se alguma das imagens é de sua autoria, por favor avise-nos assim podemos dar os devidos créditos, ou se preferir, podemos retirá-la do blog.

Most of the images on this blog were taken from the internet, from Pinterest or from Google Images. We always try to refer to the real source of the images. If any of these is yours, please let us know so we can give you credit, or if you prefer, we can delete it from the blog.

Gosta do nosso conteúdo? Quer ficar sempre sabendo dos últimos posts e ver mais novidades?
Siga-nos no FacebookPinterestBloglovin e Instagram!!!

Anúncios

7 comentários em “O vestido de noiva ideal – Parte 7 Véus e Acessórios

É muito legal receber os comentários de vocês! Continuem visitando =D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s